O mercado de academias não é o mesmo há 10 anos e grande parte dessa mudança foi devido à entrada das grandes redes de lowcost. Em 2009 inaugurava-se a primeira Smart Fit e agora, em novembro de 2019 foi anunciada a compra de 12% dela por R$ 1 bilhão.
Até o presente momento poucas empresas do mercado falavam em milhões quanto mais em bi!

Já sabemos há tempos que o mercado se profissionalizou e que isso está gerando uma diferença cada vez maior entre as grandes redes e os empresários de academias independentes. Mas não precisa ser assim: vocês, donos de academias independentes ou pequenas redes devem aprender com os grandes e colocar rapidamente em prática esse aprendizado.

Na área de arquitetura posso dar as seguintes dicas:

– Um bom projeto começa com um conceito de marketing bem definido: defina o público-alvo que você quer agradar e tome todas as decisões de conceito de projeto tendo em vista esse segmento. Agradar todo mundo é o mesmo que não impactar ninguém.
– A distribuição dos espaços dentro das academias, estúdios e boxes deve ser operacionalmente eficiente: o projeto se inicia pensando na circulação dos clientes e nos pontos de contato que ele terá com cada ambiente. Coloque na frente o que é o seu diferencial.
– Invista mais tempo no planejamento do que na obra: a tela de computador aceita mudanças, a obra não. Então todos os pontos devem ser planejados com muito cuidado antes do início da obra. Os 3 meses que a maioria dos empresários tem de carência não são o suficiente para o planejamento e a execução da obra. Então já pense em colocar no seu plano de negócios algum tempo de aluguel antes de inaugurar, como se fosse um custo de obra.
– Jamais inicie a obra sem um orçamento completo.
– Só inaugure com as instalações prontas, testadas e com todos a ambientação finalizada. O design é a parte mais barata da obra e a que o aluno mais percebe.
– Acompanhe continuamente como o aluno interage com o ambiente e mude o que for necessário para acompanhar essa dinâmica.

Um ponto crucial do projeto de arquitetura é que ele demonstre o seu diferencial em relação aos concorrentes. E que tenha sempre espaços para colocar novidades que façam sentido para o seu modelo de negócio e o seu cliente.
Cuidado com essas novidades: entenda o que é modismo e o que é tendência. Inove e não copie!!! Tenha sempre em mente as necessidades e desejos de seu cliente. E crie necessidades que nem ele sabia que tinha!

Pense nisso e Bom Projeto!!!

Patricia Totaro