Em 2020 nosso mercado de academias, estúdios e boxes vai ouvir falar todos os dias em Customer Success.

CS é uma metodologia que empresas implementam para garantir o sucesso do seu cliente na utilização de seu serviço ou produto. As empresas grandes tem departamentos focados exclusivamente no sucesso do cliente. Tudo a ver com academia! Eu já acompanho de perto esse movimento há cerca de 5 anos, mas agora, sinto que o nosso mercado está amadurecido para coloca-lo em prática.

É o momento de pensar em todos os pontos do projeto de arquitetura que interferem diretamente no sucesso do usuário da academia, que passa pelos objetivos do treino e também pelas suas necessidades não declaradas.

F.Scherer, Florianópolis, SC, Brasil. Arquitetura: Patricia Totaro Arquitetura, liderado por arq. Vanessa Stolagli

Três pontos para implementar na arquitetura das academias em 2020:

A nova musculação:
A nova sala tem mais espaços livres além dos equipamentos tradicionais, mas não só para treinamento funcional mas também para aulas coletivas misturadas ao treino convencional. A mistura entre máquinas guiadas, peso livre, funcional e espaço livre é a tônica do momento. O desafio do projeto é valorizar essas áreas livres com pisos e iluminação.

Diversão utilizando tecnologia:

A gamificação passa a fazer parte de todas as áreas da academia: avaliação física em 3D, totens que mostram os exercícios para ajudar os professores, realidade virtual. O projeto de arquitetura deve propor um estilo de vida divertido dentro de todas os ambientes das academias e de preferência que não fique baseado somente em tecnologia de alto custo, para ser acessível a todos.

Impacto do ambiente:

As grandes redes (não só de academias, mas também de varejo, restaurantes e serviços) já utilizam, arquitetura como diferencial. A ambientação não pode ser somente correta, ela tem que impactar. O desafio é gastar cada vez menos com obra e criar o melhor impacto. Para isso o projeto deve ser cuidadosamente planejado. No nosso caso estamos atualizando a Trilha da Experiência, que é nossa metodologia para desenvolvimento de projetos de arquitetura com uma etapa de orçamentos e também criamos um comitê no escritório para pesquisar novos materiais e técnicas construtivas.

Agora, o que você já pode fazer hoje:

1. Repense o layout da musculação, prevendo espaços livres e nova iluminação.
2. Converse com sua equipe técnica de aulas coletivas e invista nas aulas com desafios, de preferencia com tecnologia, mas sempre com muita criatividade
3. Comece a planejar uma revolução na sua arquitetura, totalmente centrada no seu cliente. Estude mais a respeito da nova definição de público alvo, focada no padrão do consumo e não nos dados numéricos.

Pense Nisso e Bom Projeto!!!

Patricia Totaro

.